VAR é o destaque do Brasileirão

Árbitro de vídeo tem gerado mais discussões do que o próprio jogo. Foto: CBF/Divulgação

Após 7 rodadas disputadas, o assunto mais falado sobre o Brasileirão é o VAR. O polêmico árbitro de vídeo ainda não caiu nas graças dos brasileiros e vem sendo alvo de críticas constantes por parte de jogadores, treinadores e torcedores.

Nas duas últimas rodadas, vários jogos foram decididos por ações do VAR e as principais críticas são sobre o tempo que os árbitros estão demorando para tomar decisões, a falta de critério em lances de interpretação e a falta de imagens claras para os torcedores, especialmente em lances de impedimentos milimétricos.

O Botafogo teve dois gols anulados contra o Internacional, sendo um deles um lance de interpretação, que comentaristas de arbitragem acharam errada a anulação. Na partida entre Santos e Flamengo também houve dois gols anulados por impedimentos milimétricos, com o VAR demorando mais de 5 minutos para avaliar os lances.

Na rodada do meio da semana, mais uma vez o Santos teve o jogo decidido pelo VAR, que validou um gol do Vasco e auxiliou o árbitro a marcar um pênalti na segunda etapa. Mas a principal polêmica da rodada aconteceu na partida entre Atlético-MG e São Paulo, em que o tricolor paulista teve um gol anulado por impedimento e, na imagem disponibilizada, não há como afirmar se estava ou não em posição irregular.

Apesar das críticas e das polêmicas, o problema não está no VAR, visto que na Europa ele funciona bem, em lances pontuais, com transparência para os torcedores e com rapidez nas tomadas de decisões.

No Brasil, as falhas no uso do árbitro de vídeo parecem estar relacionadas à má preparação dos árbitros, que cometiam erros sem vídeo e seguem cometendo com o auxílio da tecnologia.

Deixe um comentário