Vagas para deficientes

Campanha iniciada no Paraná chega ao DF a fim alertarmotoristas que não respeitam espaços destinados a quem tem dificuldade de locomoção

Na Universidade de Brasília (UnB), caminhão para a fim de fazer descarga em local reservado (Edilson Rodrigues/CB/D.A Press)
Na Universidade de Brasília (UnB), caminhão para a fim de fazer descarga em local reservado
Depois de uma discussão que quase terminou em agressão física em um supermercado de Curitiba, a empresária paranaense Mirella Prosdócimo saiu em defesa da própria causa. Cadeirante, criou um movimento na internet pelo respeito às vagas especiais em estacionamentos, o “Esta vaga não é sua nem por um minuto”. A campanha teve grande apelo de Manaus a São Paulo e, agora, chega à Região Centro-Oeste para chamar a atenção de quem não cumpre as regras de trânsito (leia O que diz a lei). Em um shopping de Taguatinga, o aviso que dá nome à campanha aparece em todas as vagas reservadas a deficientes físicos.

Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário