Urgente: Alerj vota pela soltura de deputados presos na Lava Jato

Foto: Agência Brasil

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), em votação nesta terça-feira (22), determinou a soltura de cinco deputados estaduais que estão presos pela Lava Jato.

Eram necessários 36 votos. A votação ainda não acabou, mas 39 deputados já votaram a favor dos colegas. Serão soltos: André Correa (DEM), Chiquinho da Mangueira (PSC), Luiz Martins (PDT), Marcus Vinicius Neskau (PTB) e Marcos Abrahão (Avante).

Os deputados estaduais que estavam presos pela operação Furna da Onça. Um desdobramento da Lava Jato no Rio que investigou o esquema de corrupção na Alerj comandado pelo ex-governador Sérgio Cabral e que contou com a participação de parlamentares, empreiteiras e da federação das empresas de ônibus do Rio.

De acordo com o texto do projeto, mesmo soltos, eles devem ficar afastados dos mandatos, isso porque a posse conferida na cadeia foi suspensa este mês pelo Tribunal de Justiça do Rio. Porém, especialistas não descartam a possibilidade.

Deixe um comentário