Universidade de Brasília oferece aulões de Krav Maga para mulheres

krav_maga
Alunas aprendem técnicas de Krav Maga na UnB (Foto: Thaise Torres/UnB Agência)

A Universidade de Brasília oferece até o final do ano aulões de Krav Maga para mulheres. As atividades acontecem no Centro Comunitário Athos Bulcão e têm como foco defesa pessoal. A instrutora Vanessa Ribeiro trabalha com as alunas técnicas básicas de reação e empoderamento.

“Com duas horas de aula, já é possível ver uma mudança de comportamento da mulher que antes era potencial vítima”, afirma. “Tive uma aluna que foi vítima de abuso na infância. Tinha pesadelos e medo de sair sozinha. Um tempo depois de fazer a aula, ela me procurou para contar que ia voltar a estudar. Com as técnicas que aprendeu nas duas horas de orientações, ela enfrentou o agressor nos sonhos recorrentes e se sentiu mais confiante no dia a dia.”

De acordo com a UnB, a instrutora já treinou membros de forças especiais e trabalha coom mulheres vítimas de violência há mais de 15 anos. A decana de Assuntos Comunitários, Therésè Hofmann, diz que a iniciativa é parte de novos projetos para combater a violência contra as mulheres. “Queremos formar e promover uma cultura de paz e respeito”.

Ao longo da aula, a instrutora e dois auxiliares encenam situações de ação do agressor e de reação da vítima. A simulação é acompanhada dos efeitos de cada golpe e de cuidados com a própria postura para minimizar a possibilidade de erros e de orientações para não se tornar um alvo fácil.

“Andar distraída, falar ao celular e carregar objetos de valor aumentam as chances de você ser vista como alguém fácil de ser rendida”, diz a instrutora.

Também fazem parte das atividades a recomendação de dicas de segurança. Entre elas estão evitar esperar pessoas dentro de carros; procurar sempre os pontos sensíveis, como virilha, olhos e garganta na hora de golpear quem estiver te ameaçando; não reagir quando quiserem levar apenas bens materiais; e aproveitar para fugir antes de o agressor se recuperar dos golpes.

 


Agência oferta 521 vagas de emprego e salários de até R$ 2,5 mil no DF


Família procura Bruno Sobradinho que desapareceu em Goiás


Dupla de Luziânia vai lutar por vaga no Bolshoi, em disputa nacional


Fonte:

Deixe um comentário