UnB perde liderança em aprovações na OAB-DF, diretor admite desempenho ruim

A Universidade de Brasília (UnB) não foi, pela primeira vez na história, a instituição de ensino que mais aprovou em uma edição do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Distrito Federal. Na última prova de 2016, os acadêmicos de direito da UnB tiveram 60,87% de sucesso no teste, enquanto que os alunos da Escola de Direito de Brasília (EDP) – a faculdade mais bem colocada no DF – conseguiram 65,12% de aprovação.

O diretor da Faculdade de Direito da UnB, Mamed Said, admitiu que o desempenho da universidade está abaixo do desejado. “Não é algo dramático, mas também não nos agrada”, disse. Said, porém, não explicou a queda no índice de aprovação, mas afirmou que busca remover “algumas deficiências” na formação dos aluno para alcançar a meta da UnB, que é de 70% de aprovação.

“Estamos em via de implantar um novo projeto pedagógico para a Faculdade de Direito, que é fruto de discussões intensas travadas nos últimos anos”, contou Said. A média de aprovação na UnB nos últimos anos, segundo o diretor, é de 63%. Já a instituição que mais aprovou no exame da OAB nesta edição foi a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com 80,85% de sucesso dos alunos.

Prova da OAB
O exame serve como pré-requisto para tornar bacharéis em direito em advogados. A prova tem duas fases: a primeira é objetiva, na qual o aluno deve acertar no mínimo 50% do teste. Já a segunda é prático-profissional e contém uma peça processual e quatro questões discursivas. O bacharel deve, para tornar-se advogado, acertar no mínimo 60% da prova.

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Fonte:

Deixe um comentário