TSE ordena devolução de horas extras abusivas

Foram gastos 9,5 milhões de reais com horas extras no período eleitoral; tribunal não detalhou quantos funcionários terão de devolver o dinheiro

TSE

TSE fará uma nova análise das despesas com pagamento de pessoal (Nelson Jr./ASICS/TSE )
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta segunda-feira, por meio de sua assessoria de imprensa, que já obrigou funcionários a devolver parte do dinheiro recebido por horas extras durante o período eleitoral do ano passado. O tribunal não detalhou, porém, quantos funcionários precisaram devolver o dinheiro.
Em três meses, o TSE gastou 9,5 milhões de reais em extras. Desse total, somente em novembro foram pagos 3,8 milhões de reais a 567 funcionários do órgão. Os rendimentos desses servidores no período variavam de 26 778,81 a 64 036,74 reais.
O TSE informou que vai voltar a analisar as despesas com pagamento de pessoal durante as eleições.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário