Transporte público no Entorno será reforçado

Um conjunto de iniciativas para melhorar o transporte público entre o Distrito Federal e Entorno foi anunciado nesta segunda-feira (17) pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Entre elas, a publicação, em abril, do edital que vai licitar o novo sistema de ônibus para a região, previsto para começar a operar no início de 2015.
Enquanto isso, de forma emergencial e com auxílio do GDF, será publicado, terça-feira (18), pela ANTT, um chamamento público para que mais uma empresa de transporte opere na parte sul do Entorno. Com isso, serão cerca de 220 ônibus a mais para atender cidades como Valparaíso, Cidade Ocidental e Luziânia.
“Será selecionada uma empresa para circular naquela região juntamente com as que já operam administrativamente e judicialmente. Esperamos que ela comece a rodar já no início de abril, assim que declararmos a vencedora e que os documentos sejam apresentados”, informou a diretora da ANTT, Ana Patrizia Lira.
Assim que o chamamento for publicado, as empresas interessadas terão até 10 dias para confirmar participação. Depois de escolhida, deverá começar a rodar na região em até cinco dias. “Elas vão operar por conta e risco, de forma emergencial, com a tarifa pré-definida pela ANTT”, ressaltou Lira.
Segundo o secretário de Desenvolvimento da Região Metropolitana do DF, Eurípedes Júnior, a mesma solução emergencial adotada para a parte sul do Entorno também foi implantada em Planaltina de Goiás, onde uma nova empresa começou a operar com mais 60 ônibus, 24 deles zero quilômetro.
“Conseguimos resolver o problema de Planaltina. Também fizemos na Cidade Ocidental, onde já se comprometeram a colocar outra empresa para operar. A próxima atendida será Valparaíso”, afirmou Eurípedes Júnior.
As empresas de transporte que atendem a região sul do Entorno atuam com autorização especial concedida pela ANTT, pois os contratos não são renovados desde 2008.
LICITAÇÃO – Com a licitação dos Serviços de Transporte Rodoviário Interestadual Semiurbano de Passageiros, 11 municípios goianos serão interligados às diferentes regiões do Distrito Federal. As operadoras que possuírem os coletivos mais novos, e preencherem todos os requisitos estabelecidos, terão preferência no processo.
De acordo com a diretora da Agência Nacional de Transportes Terrestres, com o edital lançado em abril deste ano, no início de 2015 será iniciada a transição entre as atuais operadoras e as que venceram a licitação, tudo realizado em aproximadamente quatro meses.
“A ANTT tem a segurança que isso resolverá todo o problema de transporte no Entorno, porque as empresas estarão baseadas em contrato, com sistema automatizado, avaliação de desempenho, que permitirá absoluto controle da operação, e com instrumentos de punição caso não cumpram sua função”, informou Ana Patrizia Lira.
Atualmente, o processo licitatório está em fase final de conclusão, e será publicado após a aprovação definitiva pelo Ministério dos Transportes.

Fonte:

Deixe um comentário