Torres de alta tensão serão removidas do Taguaparque

 VGO_0329

As torres de transmissão de energia e as linhas aéreas de distribuição instaladas no Taguaparque começarão a ser removidas a partir do dia 5 de maio. A rede elétrica instalada no local será compactada.

As medidas atendem à recomendação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que em 2012 determinou a interdição de todas as edificações erguidas em áreas de risco, próximas às torres de alta tensão do Taguaparque, conforme publicado na edição 055, em maio do ano passado, do jornal Brasília Capital.

De acordo com a Administração de Taguatinga, responsável pelo Taguaparque, o fornecimento de energia não será interrompido durante a mudança da rede. Entretanto, podem ocorrer interdições temporárias em alguns locais do Parque, por conta da retirada das torres.

Atualmente, a grande quantidade de cabos e torres instalados no local oferece riscos iminentes de acidentes fatais. Em abril de 2012, a Administração de Taguatinga construiu tapumes para isolar alguns pontos do Parque, como medida preventiva.

Renascimento da fé

         Durante a 14ª Festa de Pentecostes (de 12 a 19 de maio), que será realizada pelo terceiro ano consecutivo no Taguaparque, os fiéis (estimados em dois milhões) não serão afetados pelas obras de remoção das torres de alta tensão, uma vez que as comemorações serão realizadas no setor central do Parque, garante a a Administração de Taguatinga.

 

LICITAÇÃO

 

O pregão eletrônico 091/2013, para a escolha da empresa executora da obra, foi realizado no dia 21 de março. A MW Projetos e Construções foi a vencedora do processo licitatório. O contrato foi assinado no dia 26 de março. A obra tem custo estimado de R$ 11 milhões e será concluída em até oito meses.

 

Por Wanúbia Lima

Deixe um comentário