TJ condena GDF a ressarcir mulher que pagou exame na rede privada

O governo do Distrito Federal foi condenado pelo Tribunal de Justiça do DF a ressarcir uma paciente que pagou os próprios exames para detecção de linfoma maligno da face, após ter sido atendida pela rede pública. Se for mantida a condenação, o GDF terá de pagar R$ 1.250 mais correção monetária. O governo entrou com recurso extraordinário que será analisado pelo Supremo Tribunal Federal.
Fonte: G1

Deixe um comentário