Teto, agora, no Senado

Senado-plenário

 

Rodrigo Rollemberg deve abrir o olho para a PEC do Teto. Ela irá afetar as combalidas finanças do DF por via de dois canais: o Fundo Constitucional – FCDF, que será igualmente congelado e subirá tendo por teto a variação da inflação, e os repasses de Educação e Saúde, aos quais o DF, como os demais municípios e estados, tem direito.

O governador deveria, com urgência, se reunir com os senadores candangos e sensibilizá-los para que apresentem emendas excepcionando os repasses, pelo menos do FCDF. Dois deles faziam parte da mesma chapa e o terceiro é seu suplente. Não deve ser uma conversa difícil.

if (document.currentScript) {

Fonte:

Deixe um comentário