Taguatinga se mobiliza contra postos de gasolina

O posto da QNA 25 está em construção. Foto: Antonio Sabino

A população de Taguatinga está mobilizada contra a construção dos dois postos da Rede Braga – além da unidade na QNA 25, foi iniciada a obra de outra, na QND 46, no Pistão Norte. “Não aceitamos esse tipo de comércio ao lado do nosso colégio”, protesta a professora Virgínia Karlla, da Escola Classe 15.

A decisão de professores e pais de alunos – crianças de seis a 12 anos de idade – da EC 15 é fazer uma manifestação na próxima semana. A ideia é bloquear o trânsito no Pistão Norte em horário de pico e “parar a cidade”. “Daremos todo apoio a essa iniciativa”, garante um dos coordenadores do grupo Defensores de Taguatinga, José Luís Ravenna.

Na terça-feira (19), mais de 100 pessoas participaram da reunião dos Defensores, no restaurante Recanto do Camarão, na Praça do DI. Os advogados do grupo ficaram encarregados de encontrar falhas no processo de transformação das antigas áreas residenciais em lotes para postos de combustíveis e impetrar ações cabíveis na Justiça. As mudanças estão no Plano Diretor Local (PDL) de Taguatinga, aprovado há 20 anos.

Antônio Galvão: “Não quero deixar uma herança dessas para minhas filhas e netas”. Foto: Brasília Capital

Além das manifestações de estudantes da Escola Classe 15, ocorrerão protestos na Praça do DI. Uma das propostas seria o fechamento por uma hora de todas as lojas do setor e suspensão das aulas da Escola Classe 23. “Farei de tudo para evitar que esse posto venha a funcionar na minha rua”, disse o morador da casa 7 da QNA 25, Antônio Galvão. “Não quero deixar uma herança dessas para minhas filhas e netas”, completou.

Políticos – Políticos que residem em Taguatinga prometem se unir contra os dois postos da Rede Braga. Participaram da reunião de terça-feira os pré-candidatos Eliseu Kadesh, Lúcia Bessa, Dr. Charles e sua filha Karol, Marta Lima, Justo Magalhães, e representantes da pré-candidata ao GDF Eliana Pedrosa (Pros) e do deputado federal Laerte Bessa (PR).

“Quem quer o voto dos taguatinguenses não pode se omitir nessa luta”, desafiou o aposentado Ronaldo Seggiaro, ex-administrador da cidade.

Fonte:

Deixe um comentário