Taguatinga ganha primeiro centro de reabilitação do Brasil

Foi inaugurado nesta terça-feira (07) a habilitação da Unidade Mista de Saúde de Taguatinga, o primeiro Centro Especializado em Reabilitação (CER) do Brasil. Além do administrador de Taguatinga, Carlos Jales, compareceram ao evento o ministro da Saúde, Alexandre Padilha; o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz; o Secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa; além de outras autoridades.

A Unidade Mista de Saúde de Taguatinga foi habilitada como CER II – para pessoas com deficiência física e intelectual, e oferecerá transporte gratuito aos pacientes com necessidades especiais. Com a inauguração do Centro Especializado em Reabilitação, o Ministério da Saúde espera fazer a inclusão social de todos os brasileiros com necessidades especiais, garantir sua autonomia e independência, possibilitando uma melhor qualidade de vida. A inauguração de centros especializados em Reabilitação são as primeiras medidas do programa Viver Sem Limite, Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, lançado pela Presidenta da República, Dilma Rousseff, em 2011.

Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a unidade de reabilitação de Taguatinga começa a funcionar a partir desta terça-feira. “Estamos construindo, reformando e/ou equipamento unidades como esta de Taguatinga para começar a funcionar no Brasil inteiro. Até 2014, o governo terá um centro de reabilitação em cada estado”, afirmou Padilha.
IMG_5378
Já o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, afirmou que é uma honra Taguatinga receber um centro de reabilitação. “Esta é uma unidade muito simples, mas que atende a muitos pacientes de Taguatinga e de outras regiões. Quero agradecer a parceria com o governo federal e fortalecer a implantação destas políticas no DF”, disse.

Unidade de Taguatinga
De acordo com o Ministério da Saúde, atualmente a Unidade Mista de Saúde de Taguatinga é referência em geriatria; possui farmácia de média complexidade; laboratório de análises clínicas e serviço de radiologia; presta serviços de média complexidade; funciona em regime ambulatorial (segunda a sexta, das 7h às 18h); atende pacientes de Samambaia, Recanto das Emas e Taguatinga; e conta com cerca de 200 servidores.

Além disso, o serviço de reabilitação de Taguatinga conta com 11 profissionais, sendo nove fisioterapeutas, um terapeuta ocupacional e uma fonoaudióloga, que atendem nas especialidades de traumato-ortopedia, reumatologia, geriatria e neurologia adulto. Com a habilitação do novo centro, o serviço contará com mais profissionais, incluindo nutricionista, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e médicos especializados nas áreas de deficiência intelectual e física.

Em 2012, o serviço de reabilitação de Taguatinga realizou 42.054 atendimentos, e até o final de março de 2013, já foram realizados 9.434 atendimentos.

 

Fonte:

Deixe um comentário