Taguatinga apoia inversão do trânsito na Comercial. Tumulto não deixou saudade

Desde junho de 2016, o Detran-DF implementou a inversão do fluxo de veículos das avenidas Samdu e Comercial, em Taguatinga.Dois anos e três meses depois, o Brasília Capital fez uma enquete para saber a opinião da comunidade sobre as mudanças no trânsito. Das pessoas que responderam, 65% estão satisfeitas; 28% insatisfeitas; e 7% se disseram indiferentes. Em junho e julho de 2015, a Vice-Governadoria do GDF entrevistou 3.612 taguatinguenses antes de pôr em prática a inversão das duas vias. À época, 77% eram a favor; 17%, contra; e 6% se mostravam ser indiferentes.Veja o resultado da enquete:

Domingos Ribeiro Filho FOTO: André Savite

 

Domingos Ribeiro Filho, 52 anos, autônomo, morador de Taguatinga

“Tenho carro próprio e ando muito pela Samdu. Melhorou demais o fluxo de trânsito na via”.

 

 

 

Thiago Camargo FOTO: André Savite

Thiago Camargo, 33 anos, agente dos Correios, morador de Celiândia.

“Uso ônibus que passa pela Comercial. Para mim, melhorou muito. Facilitou o fluxo do trânsito e a gente chega mais rápido ao centro de Taguatinga”.

 

 

 

Thiago Hugo FOTO: André Savite

Thiago Hugo, 34 anos, representante comercial, morador da QNL

“Ando sempre pela Avenida Comercial em meu carro. Para mim, piorou. A mudança no trânsito prejudicou o comércio”.

 

 

 

João Baiano FOTO: André Savite

 

 

João Baiano, 37 anos, vigia de carro, morador de Águas Lindas

Anda sempre pela Avenida Samdu

“Venho e volto para casa todos os dias de ônibus. Essa mudança melhorou muito pra gente pegar o ônibus com mais facilidade e chegar mais cedo em casa”.

 

Paulo César FOTO: André Savite

Paulo César Freitas, 74 anos, comerciante, morador da CNB 14

“Passo sempre pela Samdu em meu carro. Acho que a mão única foi ruim para comércio local. Após a mudança, duas lojas fecharam, pois retiraram as paradas de ônibus que ficavam perto”.

 

 

 

Matheus Inácio FOTO: André Savite

 

Matheus Inácio, 17 anos, estudante, morador do C.A.S

“Para mim que ando de ônibus pela Comercial está muito melhor. Consigo pegar o transporte com mais facilidade e chegar mais cedo em casa”.

 

Aldemir Marques Da Rocha FOTO: André Savite

 

Aldemir Marques Da Rocha, 50 anos, professor, morador do Cruzeiro

“Venho sempre no meu carro para Taguatinga e ando pela Samdu. Vejo o trânsito fluindo melhor. Acabou com a confusão dos carros e com as batidas”.

 

 

Derival Rocha Melo FOTO: André Savit

 

Derival Rocha Melo, 65 anos, comerciante, morador da CNC 1

“Ando sempre pela Samdu usando transporte particular. Acho que o trânsito piorou porque ficou mais difícil para quem pega ônibus”

 

 

 

Tatiana Barros, 55 anos, professora, moradora de Águas Claras

“Passo sempre pela Samdu para ir ao Hospital Anchieta. O trânsito com a mão única ficou muito melhor, pelo fluxo e pela facilidade de estacionamento.

 

Marlene Rodrigues, 42 anos, vendedora, moradora daCNB 7

“Ando diariamente pela Comercial, às vezes de carro, às vezes de ônibus. Acho que o trânsito está cada dia pior”.

2 Responses

  1. Como corredor de automóveis nem tanto, pois se reduziu de oito pistas para seis, matematicamente já tem perdas, os sinais são dissincronias, e cortou pela metade no mínimo o fluxo de pessoas, o que matou o comércio. Para o pedestre dificultou pegar onibus tornando mais arriscado e distante como as parada da cnc/cnacnb.

  2. Queria saber de onde é que essas pessoas viram tranquilidade em Taguatinga. Sinceramente quem depende de ônibus passa por muitos problemas de locomoção entre Pistão, Comercial e Samdu. Além de a partir das 17h ninguém conseguir transitar a partir da CNB 6 até o Centro, para tudo e quem precisa seguir para o Plano ou qualquer outro lugar depois do Centro de Taguatinga chega atrasado nos lugares. A cidade esta morta, acabou com o comércio local tanto na via Comercial Norte como Samdu Norte. Quando chove quem não tem carro fica ilhado e não consegue transitar entre Samdu e Comercial para ir para as paradas de ônibus, além dos carros ficarem no rumo dos ônibus e eles não terem onde parar, isso quando o motorista do ônibus não passa direto porque a parada está cheia e ficamos esperando o próximo que demora horas para passar.
    Inconformado, revoltado e insatisfeito, não tem nada de agradável nessa troca de via.

Deixe um comentário