Subprocuradora-geral “condena” Lula

Foto: Divulgação

Ato falho – A Segunda Turma do STF decidiu, terça-feira (4), que a defesa de Lula poderá acessar todos os dados que interessem ao ex-presidente nas investigações da Lava Jato, além de retirar a delação do ex-ministro Antônio Palocci. Porém, chamou a atenção o ato falho da subprocuradora-geral Cláudia Sampaio. Segundo ela, o recurso era uma medida protelatória do advogado Cristiano Zanin para “adiar a sentença condenatória”. Imparcialidade é isso aí…

Deixe um comentário