Sob comando do governador

 

Eleição dos dez colegiados foi realizada na quarta-feira. Foto: Silvio Abdon/ CLDF

O governador Rodrigo Rollemberg tem agora sob seu comando nove das 10 comissões permanentes da Câmara Legislativa, dois meses depois de perder, no critério de desempate, a chance de colocar um aliado na presidência da Casa, quando houve a eleição para a Mesa Diretora. Desta vez, ele fez valer o poder da caneta. E remontou o blocão pró-GDF, incluindo três representantes do PT.

Na última quarta-feira (22), depois de uma negociação que se arrastou desde a volta do recesso parlamentar, em 2 de fevereiro, o Bloco União Por Brasília (Blocão) entrou na disputa com 14 dos 24 distritais; o Bloco Trabalho Por Brasília, com cinco; e o Bloco Sustentabilidade e Trabalho, com quatro deputados. Liliane Roriz (PTB) não aderiu a nenhum grupo.

Poder de fogo

Com esse poder de fogo, o Blocão amealhou dois dos três principais colegiados do Legislativo.  A Comissão de Economia, Orçamento e Finanças        (CEOF) ficou com Agaciel Maia (PR), que era o preferido de Rollemberg para presidente a Câmara. A Comissão de Assuntos Fundiários (CAF) está nas mãos de Telma Rufino (Pros).

O governador só não conseguiu emplacar o comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), assumida pelo Prof. Reginaldo Veras (PDT), que se declara independente e não faz oposição aberta ao atual governo.

As comissões têm funções legislativas e fiscalizadoras. Além de analisar os projetos em tramitação, podendo até mesmo engavetá-los, os colegiados ― integrados por cinco membros titulares e cinco suplentes ― promovem debates e discussões com a participação da sociedade em geral, sobre todos os temas e assuntos de seu interesse.

 

O comando dos colegiados ficou assim distribuído:

– Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) – presidente: Prof. Reginaldo Veras (PDT); vice-presidente: Sandra Faraj (SD);

– Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) – presidente: Agaciel Maia (PR); vice-presidente: Julio Cesar (PRB);

– Comissão de Assuntos Fundiários (CAF) – presidente Telma Rufino (Pros); vice-presidente Lira (PHS);

– Comissão de Assuntos Sociais (CAS) – presidente Luzia de Paula (PSB); vice-presidente: Juarezão (PSB);

– Comissão de Defesa do Consumidor: presidente: Chico Vigilante (PT); vice-presidente: Liliane Roriz (PTB);

 Comissão de Defesa Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar (CDDHCEDP) – presidente: Ricardo Vale (PT); vice-presidente: Telma Rufino (Pros);

– Comissão de Educação, Saúde e Cultura (Cesc) – presidente: Wasny de Roure (PT);  vice-presidente: Juarezão (PSB);

– Comissão de Segurança (CS) – presidente: Lira (PHS); vice-presidente: Wasny de Roure (PT);

 Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo (CDESCTMAT) – presidente: Bispo Renato Andrade (PR); vice-presidente: Chico Vigilante (PT); e

– Comissão de Fiscalização Governança Transparência e Controle (CFGTC) – presidente: Rodrigo Delmasso (Podemos); vice-presidente: Agaciel Maia (PR).

Também foram escolhidos no dia 22 o novo ouvidor, Chico Leite (Rede), e o corregedor, Juarezão (PSB).

 

 

document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Fonte:

Deixe um comentário