Administrador de Taguatinga é pivô de atrito entre Associação Comercial e Sindivarejista

Administrador de Taguatinga, Ricardo Lustosa tenta negociar com ambas entidades empresariais. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Entidades de classe e administração regional estão em pé de guerra em Taguatinga. A confusão está em versões contadas pelo administrador Ricardo Lustosa e pelo presidente do Sindivarejista, Edson de Castro. Com a aproximação dos dois, a Associação Comercial e Industrial de Taguatinga passou a criticar a gestão do administrador. “Ele privilegia uns setores em detrimento da comunidade”, diz o presidente da ACIT, Justo Magalhães.

O núcleo ligado ao Sindivarejista criou o que chama de Conselho de Desenvolvimento Econômico do Comércio de Taguatinga, cuja coordenação foi entregue ao empresário Talal Abu-Allan. Trata-se de uma espécie de “poder paralelo” à ACIT, o que aguçou ainda mais o descontentamento do grupo liderado por Justo Magalhães.

No dia em que foi criado, o Conselho apresentou suas demandas ao administrador, que imediatamente passou resolver problemas como a falta de iluminação em frente às lojas e de dois hoteis onde existem a prática da prostituição no centro da cidade.

Reação

A diretoria da ACIT e alguns empresários reagiram à criação do Conselho. Nas redes sociais, a iniciativa foi tratada como “falta de consideração” do administrador. Para buscar o entendimento, Edson de Castro marcou um almoço com Justo Magalhães e representantes do Conselho, sem a presença de Lustosa. Foi uma infrutífera tentativa de conciliação, pois os dois lados mantiveram-se indiferentes ao armistício.

Administração

Ricardo Lustosa refuta a acusação de que trabalha apenas para os empresários do Conselho. “Taguatinga é formada por empresários. Tenho mais contato com eles por serem mais organizados e apresentarem demandas de forma colegiada”, justifica. Segundo ele, a produção da administração é grande e não se restringe ao atendimento das demandas do setor.

“Nós democratizamos. Em vez submeter o trabalho de pavimentação asfáltica ou poda de árvores à Novacap, muitas vezes solucionamos o problema por nossa conta”, exemplifica. Para mostrar que trabalha para toda a comunidade, Lustosa disponibiliza seu canal de Whatsapp para quem quiser encaminhar sugestões, opiniões, críticas e elogios: (61) 99911-7052. Além disso, abre seu gabinete todas as terças-feiras, das 9h às 12h e das 14h às 18h para atendimento à população, ordem de chegada.

 d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Fonte:

Deixe um comentário