Simplesmente fantástico

Confira a história do vestido que conquistou gerações e ainda bate de frente com as tendências atuais, Prazer, “pretinho básico”

 
A cor mais comum entre as mulheres, e que combina com todas as ocasiões é o preto. Ela agrega elegância e estilo para as pessoas que optam por ela. Com essas características surge o vestido “pretinho básico”, criado pela estilista Coco Chanel, em 1926. Mas passou despercebido, em razão, do inicio da segunda guerra mundial.
Christian Dior ressuscitou a peça, em 1947. O vestidinho preto ficou conhecido por todo mundo como o uniforme das mocinhas, nos anos 1950.PretoBasico
Este modelito fez tanto sucesso que virou um clássico. Surgiram novas tendências, e nos anos 1960, a peça ganhou nova cara. Hubert Givenchy eternizou o modelo com a atriz Audrey Hepburn, no filme Bonequinha de Luxo.
Nos anos 1980, o vestido preto salvou o mundo do psicodélico hippie, e virou símbolo da mulher, conquistando seu espaço no mercado de trabalho, sem perder a elegância.
Desde 1980, o vestido se consagrou no mercado da moda. Sem dúvida, é a escolha certa para todas as situações. Se tiver dúvida no que irá usar, aposte suas fichas no vestidinho preto básico. Uma coisa é certa: você arrasará e não ficará com aparência de quem saiu do carnaval baiano.

Luis Nova