Será que houve renovação?

Izalci jamais foi senador, mas ocupou um mandato de deputado distrital e três de federal. Foto: Thiago Oliveira
Leila do Vôlei exercerá o primeiro mandato eletivo de sua vida. Entretanto, passou três anos à frente da Secretaria de Esportes e Lazer do DF Foto: Thiago Oliveira
navigate_before
navigate_next

Apenas oito dos 24 deputados distritais da atual legislatura permanecerão na Câmara Legislativa a partir de 2019, incluindo Claudio Abrantes (PDT), que assumiu em 2015 como suplente. Na Câmara dos Deputados, apenas uma das cadeiras não mudou de dona – a de Erika Kokay, do PT. No Senado, as duas vagas em disputa não tiveram reeleição. No Buriti, Rollemberg seguiu para o segundo turno. Será que renovação que o brasiliense tanto pediu e que os candidatos tanto falaram em suas campanhas realmente aconteceu?

O distrital mais bem votado, Martins Machado, é ligado à Igreja Universal e filiado ao PRB. Mesmo perfil de Julio Cesar, agora eleito deputado federal. Arlete Sampaio já foi vice-governadora no DF no governo Cristovam Buarque. Eduardo Pedrosa seguirá os passos de sua tia, Eliana Pedrosa, depois dela ter perdido a disputa pelo GDF. As maiores novidades foram Julia Lucy e Fábio Félix, pois os seus partidos, Novo e PSol, respectivamente, jamais tiveram representante na CLDF.

Na Câmara dos Deputados, apenas Erika Kokay se reelegeu. Entretanto, três dos oito saíram da Câmara Legislativa para o Congresso: Julio Cesar, Professor Israel e Celina Leão. A mulher do ex-governador José Roberto Arruda, Flávia Arruda, foi a mais votada. A renovação da bancada com “nomes novos” ficou por conta de Paula Belmonte, Luís Miranda e Bia Kicis. Os três jamais tinham disputado campanhas eleitorais.

As vagas em disputa no Senado foram preenchidas por nomes novos na Casa, mas não na política. Leila do Vôlei foi a primeira mulher eleita senadora no DF. Izalci já teve um mandato de distrital e três de federal. Cristovam Buarque disputou reeleição e perdeu. Hélio José concorreu a deputado e também não teve sucesso. Reguffe ainda tem mais quatro anos a cumprir.

A maior “vítima” do mantra da renovação foi o governador Rodrigo Rollemberg. Mesmo indo para o segundo turno, precisará superar uma diferença de 14% para 42% que o separou de Ibaneis Rocha na primeira rodada. Embora filiado ao tradicional MDB, o advogado se apresenta como novidade na política local, por nunca ter disputado uma eleição antes. Resta saber se, depois dos debates e da propaganda nos próximos 15 dias esta imagem se manterá incólume. Rollemberg, com certeza tentará desconstruí-la.

Confira a lista de deputados distritais eleitos neste domingo (em negrito, os reeleitos):

  • Martins Machado (PRB) – 29.457 votos
  • Delegado Fernando Fernandes (PROS) – 29.420 votos
  • Professor Reginaldo Veras (PDT) – 27.998 votos
  • Rafael Prudente (MDB)– 26.373 votos
  • Delmasso (PRB) – 23.227 votos
  • Chico Vigilante (PT)– 20.975 votos
  • Robério Negreiros (PSD)– 28.819 votos
  • Agaciel Maia (PR) – 17.715 votos
  • José Gomes (PSB) – 16.537 votos
  • Arlete Sampaio (PT) – 15.537 votos
  • Cláudio Abrantes (PDT)– 14.238 votos
  • Jorge Vianna (Podemos) – 13.070 votos
  • Iolando (PSC) – 13.000 votos
  • Eduardo Pedrosa (PTC) – 12.806 votos
  • João Cardoso Professor-Auditor (Avante) – 12.654 votos
  • Roosevelt Vilela (PSB)- 12.257 votos
  • Telma Rufino (PROS)– 11.715 votos
  • Hermeto (PHS) – 11.552 votos
  • Fábio Félix (PSOL) – 10.955 votos
  • Valdelino Barcelos (PP) – 9.704 votos
  • Daniel Donizet (PRP) – 9.128 votos
  • Júlia Lucy (Novo) – 7.655 votos
  • Reginaldo Sardinha (Avante) – 6.738 votos
  • Leandro Grass (Rede) – 6.578 votos

Veja a lista de deputados federais eleitos pelo DF:

  • Flávia Arruda (PR) – 121.340 votos
  • Érika Kokay (PT) – 89.986 votos
  • Bia Kicis (PRP) – 86.415 votos
  • Julio Cesar (PRB) – 79.775 votos
  • Professor Israel (PV) – 67.598 votos
  • Luis Miranda (DEM) – 65.107 votos
  • Paula Belmonte (PPS) – 46.069 votos
  • Celina Leão (PP) – 31.610 votos
Fonte:

One Response

  1. Levando-se em conta as atuais realidades, chegou a hora de trocarmos, junto com os políticos, o povo.

Deixe um comentário