Sequestros voltam a preocupar o DF

Os sequestros relâmpago, na avaliação da polícia, muitas vezes são um crime de oportunidade.  Um casal foi vítima recente do delito, ocorrido na 709 Sul. Os dois estavam conversando no carro quando foram surpreendidos por criminosos.

Segundo a polícia, o casal havia acabado de chegar do shopping quando foi abordado. Os ladrões libertaram o homem e fugiram   levando a mulher. Ela foi solta após três horas. Ambas as vítimas são publicitárias, de 34 e 38 anos.

A mulher relatou ter passado por Taguatinga, Núcleo Bandeirante e Riacho Fundo, onde foi solta. Ali, os bandidos teriam assaltado uma pessoa e ido a uma boca de fumo, antes de libertar a mulher. Eles deixaram o carro com ela.

Na Asa Norte, uma criança pode ter evitado um sequestro. Um bandido teria entrado no carro de uma mulher  pela porta traseira, e a vítima gritou por ajuda. O filho, de seis anos, estava no banco de trás, se desesperou e saiu correndo. Com isso, o ladrão fugiu. 

Fonte: Jornal de Brasília
Sites e Blogs

Deixe um comentário