Senador João Capiberibe vai integrar Grupo Parlamentar Brasil-Irã

Você sabia que o Irã lidera a compra de milho brasileiro e mantém o segundo posto na de carnes? E que açúcar, óleo de soja, derivados de fumo e tratores completam a lista dos principais produtos importados pelo país persa do mercado brasileiro?

Você sabia que o Irã é o único país do oriente médio que fabrica satélites e possui a tecnologia para lançá-los ao espaço? E que o país dos famosos tapetes está em 8º lugar no ranking mundial em nanotecnologia? Isso sem falar que é um dos mais avançados em pesquisa de células tronco e medicina neurológica e cardíaca, exportando médicos e cientistas para muitos lugares do mundo.

Essas e outras informações pautaram a reunião entre o senador João Capiberibe e o embaixador do Irã, Mohammad Ali Ghanezadeh, na última quarta-feira (2/10). O senador foi convidado a participar do Grupo Parlamentar Brasil-Irã que deverá ser instalado na próxima terça-feira (8/10). O objetivo é estreitar ao nível parlamentar a relação bilateral dos países, que já avança em outros âmbitos – como o comercial e o científico .

“O Irã é um país muito interessante e avançado, inclusive, socialmente. Fico surpreso em saber um pouco mais, por exemplo, sobre seu sistema único de saúde, um dos melhores do mundo, reconhecido pela ONU, e sobre sua política para a educação”,  declarou  Capiberibe. O Irã forma 5 mil médicos por ano que, por obrigatoriedade do currículo, passam dois anos em áreas rurais antes de seguirem para os centros urbanos.

Na educação, o país se orgulha por ter todas as crianças matriculadas. No interior, cada aldeia com mais de 20 famílias possui um centro escolar.  “Não temos mais analfabetos até a idade adulta no Irã. Apenas alguns anciões que resistiram ao processo alfabetizatório. Crianças, jovens e adultos estão todos alfabetizados”, gaba-se o embaixador.

Para o senador Capi a parceria entre os países é muito interessante para o Brasil: “o Irã já é um parceiro econômico do nosso país e tem grande capacidade de cooperar ainda mais, transferindo suas experiências e conquistas, além de ser um país lindo. Infelizmente, somos intoxicados com propagandas antiranianas, historicamente propagadas pelos estadunidenses”, finalizou Capiberibe.

Foto: Valter Xéu

Fonte:

Deixe um comentário