Seleção feminina de handebol vence Paraguai por goleada

A seleção feminina de handebol praticamente passeou em quadra, na última terça-feira (11), e venceu por uma goleada o Paraguai, nos Jogos Sul-Americanos, em Viña del Mar, no Chile. O placar terminou 35 a 8 (20 a 4 no primeiro tempo). Esse foi o segundo resultado positivo da equipe verde e amarela, que permanece na liderança da competição, classificatória para os Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto, no Canadá.

Desde o início, as brasileiras dominaram a partida e, com uma defesa muito bem postada, não deixaram as paraguaias colocarem a bola no gol. Ainda no primeiro tempo, o técnico Morten Soubak conseguiu por praticamente toda a equipe em quadra e, mesmo com as substituições, o rendimento não caiu. No segundo tempo, o número de gols do lado brasileiro foi um pouco menor, mas a defesa seguiu com a mesma eficiência, o que manteve o placar bastante elástico até o final.

Para o técnico da equipe brasileira, muitos pontos foram positivos no jogo, em especial a defesa, que inibiu os contra-ataques das paraguaias. Apesar disso, pensando já nas próximas partidas, ele diz que existem coisas a serem melhoradas. “No segundo tempo tivemos erros ofensivos, mas não defensivos, porque não tomamos gols também. Fizemos 20 gols em 30 minutos, mas no segundo tempo fizemos poucos por alguns instantes. Erramos muitas finalizações e isso tem que melhorar. Sei que fizemos muitos gols, mas poderíamos ter feito bem mais. Independente do adversário com quem vamos jogar, isso tem que melhorar”, frisou Morten.

Nas poucas vezes em que a bola chegou no gol brasileiro, as goleiras Bárbara Arenhart e Jéssica Oliveira fizeram ótimas defesas, ganhando destaque também na partida. Bárbara afirma que a equipe entrou com uma nova cara contra o Paraguai, diferente da estreia, quando não fez um confronto tão bom contra o Chile, apesar da vitória. “Não ficamos felizes com a nossa primeira partida e, a partir daí, estabelecemos o objetivo de sempre fazer o nosso jogo e entrarmos concentradas para não acontecerem erros que não queremos. Conseguimos executar isso muito bem hoje. Tivemos muito mais contra-ataques do que no jogo passado. Nossa defesa também estava muito bem. Tivemos erros, mas foi tudo mais intenso, houve mais comunicação. Com uma boa defesa, o contra-ataque é uma consequência.”

Na próxima quinta-feira (13), a seleção feminina enfrenta a Argentina, às 17h. A partida promete ser a mais disputada da competição.

Gols: Regiane (3), Dara (3), Alexandra (6), Samira (2), Elaine (1), Amanda (1), Mayara (3), Fernanda (5), Ana Paula (3), Célia (3), Deonise (1), Hannah (3), Patrícia (1).

Tabela – Feminino
(horário de Brasília) 

Quinta-feira (13)
17h – Argentina x Brasil
19h – Paraguai x Chile

Sábado (15)
17h – Uruguai x Brasil
19h Chile x Argentina

Fonte:

Deixe um comentário