Secretaria vai monitorar homicídios para reduzir a impunidade

17012187945_51137c1c1f_k
Diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba (esq.) e o secretário de Segurança Pública e da Paz Social, Arthur Trindade (dir). Foto: Agência Brasília

Governo do Distrito Federal está implementando a Câmara Técnica de monitoramento de homicídios do DF. O objetivo é acelerar tramitação de processos e reduzir a impunidade. De acordo com o diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba, o objetivo é entregar ao Ministério Público denúncias mais bem elaboradas e assim melhorar o combate ao crime do início ao fim. “Nós queremos não só investigar e prender, mas também colaborarmos com a justiça para que o acusado seja condenado e realmente faça-se a justiça”, afirmou.

O Secretário de Segurança Pública e Paz Social, Arthur Trindade afirmou que a câmara técnica vai permitir que os policiais civis entrem em contato permanente com promotores e juízes para conversarem sobre os casos e problemas, sobre tramitação, instrução criminal, qualidade das provas, sobre a necessidade de novas provas para instruir corretamente os processos criminais. A função é articular e coordenar as ações visando superar os gargalos dos processos criminais.

De acordo com o secretário, a Câmara Técnica de Monitoramento de Homicídios funcionará com agendamento de reuniões para discutir essas questões, para reduzir problemas de impunidade para tentar superar os problemas de tramitação de processos. E completa: “essa câmara técnica visa exatamente ajustar a produção de provas à necessidade do Ministério Público, diminuindo assim a impunidade”, explica.

Inicialmente a Câmara fará reuniões semanais para averiguar e concluir os inquéritos de homicídios. Conforme as demandas forem diminuindo, as reuniões tendem a acontecer mensalmente.

Leia mais:

Roubos dentro de ônibus aumentam 41,2% em abril

Governo divulga lista do Morar Bem

Assessor do GDF é exonerado após ofender comerciante

Fonte: ,

Deixe um comentário