Santa Catarina sofre nova onda de ataques

Treze atentados foram registrados em dois dias; uma base da Polícia Militar e uma delegacia foram atacados e quatro ônibus incendiados

Luciano Bottini Filho
Um dos quatro ônibus incendiados na rodovia SC-401, em Canasvierias nesta madrugada por criminosos em Santa Catarina

Um ônibus foi incendiados na rodovia SC-401, em Canasvierias, nesta madrugada (Cadu Rolim/Folhapress)
Santa Catarina volta a sofrer uma nova onda de ataques. Nas últimas 48 horas, foram registradas 13 ocorrências nas cidades de Florianópolis, Balneário Camboriú, Camboriú, Gaspar, Itajaí e Palhoça. As mais graves foram os ataques a uma base da Polícia Militar e a uma delegacia, além de incêndios de quatro ônibus. A polícia do estado investiga se esses ataques estão relacionados aos ocorridos em novembro do ano passado, atribuídos às organizações criminosas Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo, e Primeiro Grupo Catarinense (PGC).
O último ataque foi às 5h desta sexta-feira, com um incêndio a uma base da PM no bairro de Canasvieiras, na capital do estado. O fogo foi rapidamente controlado pelos próprios agentes e não houve feridos.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de Santa Catarina, uma das hipóteses para essas ações é o descontentamento de criminosos com a transferência de um preso de Florianópolis para Criciúma.
Fonte: Veja Online
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário