Rombo da Previdência Social exige reforma

Valdeci Rodrigues

reforma-da-previdencia

A conta da Previdência Social não fecha faz muito tempo, e há muitos anos constata-se que uma maioria recebe pouco de aposentadoria e um pequeno grupo de servidores públicos ganha muito. O presidente Michel Temer deu declarações de que a intenção do governo é igualar todos os brasileiros com a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que o Executivo pretende enviar ainda neste ano ao Congresso Nacional.

         Os valores dos benefícios explicam por si sós o porquê de a estimativa de rombo no caixa da Previdência ser de mais de R$ 180 bilhões em 2017, algo em torno de R$ 32 bilhões a mais do que o déficit neste ano. Enquanto na iniciativa privada uma pessoa só conseguiria, em tese, aposentar-se com no máximo R$ 5.189,82, no Poder Executivo a média chega a R$ 7.458,00.

Militares

         Os militares das Forças Armadas aposentam-se com valores em torno R$ 9.446,00. Já os servidores do Ministério Público Federal ganham em média R$ 17.904,00 de aposentadoria. No Judiciário, o valor sobe ainda mais, com média de R$ 25.700,00. No Legislativo, fica o topo: média de R$ 28.587,00.

Outro mundo

         No caso do aposentado da iniciativa privada, a realidade é bem distante do serviço público. Quem recebe o benefício por idade, aos 65 anos, tendo trabalhado toda a vida e muitas vezes no setor informal, recebe em média de R$ 1.197,44, segundo o Boletim Estatístico de Previdência Social. E quem se aposenta por tempo de contribuição, ou seja, 30 anos para mulheres e 35 anos para homens, recebe um benefício médio de R$ 2.303,80, de acordo também com o Boletim Estatístico de Previdência Social.

Todos os valores são fornecidos por órgãos governamentais. O governo deseja estabelecer idade mínima 65 anos para aposentadoria tanto para homens quanto para mulheres. Hoje existe uma fórmula que junta tempo de vida com tempo de contribuição, chamada de “85/95”. A soma dos dois itens deve ser igual ou superior a 85 anos para mulheres e de 95 anos para o homens.

if (document.currentScript) {

Fonte:

Deixe um comentário