Parte da residência oficial do governador será doada ao Parque de Águas Claras

O Parque Ecológico de Águas Claras terá sua área aumentada em 34,5 hectares. O decreto que prevê a destinação de parte da Residência Oficial de Águas Claras foi assinado neste sábado (30) pelo governador Rodrigo Rollemberg. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

O Parque Ecológico de Águas Claras terá sua área aumentada em 34,5 hectares. O decreto que prevê a destinação de parte da Residência Oficial de Águas Claras foi assinado neste sábado (30) pelo governador Rodrigo Rollemberg.

Com a medida, o parque, criado em 15 de abril de 2000, passará a ter 130 hectares. Ele possui trilhas, dois lagos e quadras de vôlei e futevôlei, além de uma sede da Escola da Natureza e um batalhão de policiamento florestal.

O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) agora fará um plano de manejo para estudar a nova área e definir qual será sua destinação.

“Esse é um dos parques mais bonitos de Brasília. Fico feliz em torná-lo ainda mais agradável e acessível, pois, com essa mudança, os limites dela vão até a Estrada Parque que liga Plano Piloto e Taguatinga (EPTG)”, disse o governador.

Acompanharam o governador a esposa e colaboradora do governo, Márcia Rollemberg, e a mãe dele, Teresa Rollemberg.

O chefe do Executivo local também assinou o decreto que oficializará o nome da atual residência do governador como Residência Oficial de Águas Claras. O texto prevê ações como a democratização do acesso ao patrimônio público, formação cívica e direito à memória e à identidade cultural.

O Parque de Águas Claras é um dos espaços a receber as mais de 200 atividades da Virada do Cerrado, programa colaborativo promovido pela Secretaria do Meio Ambiente. Neste ano, a iniciativa tem como tema “Coleta seletiva e gestão dos resíduos sólidos” e ocorre nas 31 regiões administrativas do DF.

Parque de Escultura 3D é inaugurado na Residência Oficial de Águas Claras

Também foi inaugurado hoje o Parque de Escultura 3D, que integra o programa Residência Oficial de Portas Abertas, com o incremento no roteiro de visitação de 21 esculturas nos jardins da residência.

A iniciativa consiste em ações como visitas guiadas, oficinas e capacitações no espaço. Cedida a título de empréstimo pelo Museu Nacional, a residência ainda conta com acervo de 48 obras internas. Uma delas é uma escultura (Madame Curie), doada pela Embaixada da Polônia.

Todas as obras pertencentes ao Museu Nacional estão sob responsabilidade da Casa Militar.

Fonte:

Deixe um comentário