Rollemberg em alta no governo federal

O governador Rodrigo Rollemberg vive um caso de amor com o governo federal. Após conseguir financiamento para retomar a obra de Corumbá IV, interferiu, segundo Perillo, de forma essencial para que Goiás também recebesse a grana de Temer.

Metrô e BRT – O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), arrancou um largo sorriso de Rollemberg durante cerimônia em Valparaíso ao dizer que está próximo de liberar a verba para expansão do Metrô do DF e para a construção do BRT que ligará Luziânia a Santa Maria.

Reeleição – Mesmo que isso ocorra, a entrega das obras do Metrô seria de 36 meses. Portanto, Rollemberg precisaria de um novo mandato para inaugurar a obra, que, inicialmente, teria 6,6 Km de trilhos e cinco novas estações – duas em Ceilândia (EQNO 1/3 e 9/11 e EQNO 5/7 e 13/15), duas em Samambaia (Quadras 111 e 117), e uma na Asa Norte (Galeria do Trabalhador). Custo: R$ 755 milhões.

 

 if (document.currentScript) {

Deixe um comentário