Rollemberg dá posse a 399 servidores da Saúde

Tatiana de Souza, de 36 anos, teve o termo de posse assinado pelo governador Rollemberg. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Empossada nesta quarta-feira (22) como cirurgiã-dentista da Secretaria de Saúde, Tatiana Souza, de 36 anos, conta que as emoções variaram enquanto não era chamada para o cargo desde que foi aprovada no concurso, em 2014.

“Fui da euforia, quando descobri que tinha passado, até a calma de vir tomar posse. Esse é mais um passo importante para assumir”, disse a nova servidora.

Tatiana é um dos 140 nomeados para a Saúde que tomaram posse em cerimônia na tarde desta quarta-feira (22), no auditório da Imprensa Nacional, no Setor de Indústrias Gráficas.

Representante dos colegas cirurgiões-dentistas, ela recebeu o documento de posse diretamente das mãos do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

“Quando assumimos o governo, Brasília tinha ultrapassado os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal [LRF]. Isso nos obrigava a contratar apenas em casos de morte ou de aposentadoria para saúde, educação e segurança”, lembrou o governador na solenidade.

Rollemberg destacou também o que considerou outra vitória nesta semana para o atendimento na área de saúde: o entendimento do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios de que a criação do Instituto Hospital de Base do DF é constitucional.

A decisão foi unânime entre os 20 desembargadores, em sessão do Conselho Especial nessa terça (21).

O secretário de Saúde, Humberto Fonseca, ressaltou a importância da contratação dos médicos de família, uma das especialidades empossadas hoje.

“Temos um projeto para aprimorar a atenção primária. O modelo tradicional foi útil para Brasília, mas hoje é ultrapassado, e esses cargos são fundamentais para essa mudança.”

De manhã, outros 259 servidores já haviam tomado posse diretamente na secretaria.

Com os desta tarde, eles fazem parte das 915 nomeações da Saúde em outubro. Até o momento, desses, foram empossados 513:

  • 269 técnicos de enfermagem
  • 70 médicos de família
  • 39 cirurgiões-dentistas
  • 39 técnicos de higiene dental
  • 28 clínicos gerais
  • 15 assistentes sociais
  • 14 psicólogos
  • 12 biomédicos
  • 11 técnicos administrativos
  • 8 técnicos de laboratório de patologias
  • 6 terapeutas ocupacionais
  • 2 fisioterapeutas

 

Fonte:

Deixe um comentário