Rollemberg cria novo parque em Taguatinga

Foto: Getúlio Romão

A criação do novo parque urbano de Taguatinga deve ser oficializada na terça-feira (18) por meio de decreto a ser assinado pelo governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Uma das últimas etapas para viabilização do projeto foi superada na sexta-feira (14) com a conclusão do Termo de Ajuste de Conduta (TAC) mediado pelo Ministério Público junto às partes envolvidas.

  O Parque Universitário (nome provisório) fica em frente ao campus da Universidade Católica de Brasília (UCB), no Pistão Sul, e tem área total de 76.000 m². O TAC era necessário porque 61.000 m² pertencem ao GDF (Secretaria de Cidades) e 15.000 m²são da Terracap. Além disso, parte da área é considerada Faixa de Domínio da rodovia DF-001, de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem(DER).

 O equipamento terá Ponto de Encontro Comunitário (PEC), pista de caminhada, ciclovia, parquinho infantil, entre outras opções de lazer. Será um espaço cercado, por questões de segurança, mas de uso de toda a comunidade. O parque será mantido durante cem anos pela UCB, que investirá R$ 600 mil por ano em sua conservação (R$ 100 milhões no período). A unidade passa a fazer parte do patrimônio da Administração Regional de Taguatinga.

Desde 1993 a área é ocupada pela UCB com base num Protocolo de Intenções assinado com a Terracap. No entanto, a empresa agora reconhece que é proprietária de apenas 15.000 m² – dos quais abre mão –, enquanto os outros 61.000 m² são do GDF. A desafetação de toda a área e doação para a nova unidade de conservação serão feitas por meio de decreto pelo governador.

Parque será localizado na área verde entre o Pistão Sul e a UCB. Foto: Getúlio Romão

 

Comunidade comemora

Carente de espaços de lazer e de áreas verdes, a comunidade de Taguatinga e de Águas Claras comemora a criação do parque.“Estamos entusiasmados. A universidade deve ser um lugar aberto a todos, e este parque será um convite para que as pessoas de aproximem”, elogiou a professora de Administração Roberta Gontijo (foto à esquerda).

Ela torce para que as obras fiquem prontas o mais rapidamente possível e assim os moradores e a comunidade acadêmica da Católica comecem a usufruir do equipamento. “Estamos todos ansiosos e a expectativa é a melhor possível. Será muito bom para nossa cidade”, completou a professora, que é nascida em Taguatinga.

“Estamos entusiasmados”, elogiou a professora de Administração Roberta Gontijo

A administradora regional Karolyne Guimarães é outra entusiasta da iniciativa. Ela organizou um abaixo-assinado com as principais lideranças da cidade e já angariou apoio da Associação Comercial e Industrial de Taguatinga (ACIT), dos delegados titulares das três delegacias de Polícia Civil locais, dos comandantes dos batalhões dos Bombeiros e da PM, do Lyons e do Rotary Club, dos Conselhos Regionais de Saúde e de Cultura, e de várias associações de moradores e de artesãos. “Não encontramos resistência em nenhum segmento”, garante Karolyne.

O professor Márcio Dias acompanha o processo desde o início

O professor Márcio Dias (foto abaixo) acompanha o processo desde o início e é outro que não disfarça o ânimo com o desfecho das tratativas. “Isto é o que poderia acontecer de melhor para todos”, diz ele.

Deixe um comentário