Rodoviários da Cootarde paralisam por causa de salários atrasados

 

 
Usuários de regiões atendidas pelo micro-ônibus da Cootarde enfrentam pelo segundo dia a paralisação dos rodoviários da empresa. Cobradores e motoristas decidiram paralisar nesta manhã de terça-feira (17/8), em razão do atraso dos salários, que deveriam ter sido pagos no último quinto dia útil. São cerca de 100 ônibus parados que atendem trajetos em Ceilândia, Taguatinga, Recanto das Emas, Santa Maria e Gama.

A cooperativa conta com 450 rodoviários que alegam não terem recebido o salário referente à julho. Com isso, os trabalhadores da cooperativa decidiram cruzar os braços. A maioria está concentrada na garagem da empresa em Ceilândia. Por volta das 7h, a Polícia Militar foi chamada no local para conter um princípio de discussão entre cobradores, motoristas e representantes da empresa.

if (document.currentScript) {

Fonte:

Deixe um comentário