Roberto Jefferson pressionou Jaqueline Silva

A 13ª a assinar a CPI foi Jaqueline Silva (PTB). O apoio dela era considerado estratégico por Júlia Lucy (Novo), defensora da investigação pela Câmara Legislativa desde o primeiro momento. Em recuperação da covid-10, Jaqueline só aderiu à iniciativa após ser pressionada pelo presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson (RJ).

Jefferson teria sido inserido no cenário local pela secretária de Esportes, Celina Leão (PP). Titular da cadeira na Câmara Federal onde está o emedebista Tadeu Filippelli, Celina articula o Blocão, grupo de partidos que repete na CLDF a estratégia do Centrão, no Congresso Nacional: apoio só em troca de cargos e outras vantagens.

Inocente – Entre os deputados mais experientes, Leandro Grass (Rede), autor da proposta de criação da CPI, é visto como “deslumbrado pelos holofotes” que a iniciativa poderá atrair para ele.

Deixe um comentário