Renovação política

Pesquisas têm revelado que grande parte da população brasileira não gosta de política e faz questão de não tomar conhecimento das decisões tomadas no âmbito dos Poderes Executivo e Legislativo. Contudo, a deterioração das instituições públicas pela corrupção e ineficiência dos atuais políticos não encontra precedentes, verificando-se que, a reboque de uma tímida melhora na economia, a voz das ruas praticamente silenciou.

Resta, assim, para os cidadãos de bem que querem ver suas cidades e a Nação voltarem aos trilhos, o poder do voto, principalmente do voto de renovação em busca da mudança. O voto é a arma do cidadão honesto, sendo covardia ficar em casa, sem exercer tão fundamental direito, sob o receio de fraudes ou a justificativa de haver apenas candidatos “ruins”, fechando os olhos para as opções de renovação.

Há uma expectativa de que novos candidatos, para vários cargos, se habilitem nas iminentes eleições. E é dever de quem quer demonstrar sua indignação votar em homens e mulheres sem vícios políticos, que, com competência, com a ficha limpa e com muita vontade, venham decididos a arejar o combalido quadro político atual.

Não é hora de as pessoas de bem desistirem! Pelo contrário. As urnas serão a nossa chance e a nossa voz!

Deixe um comentário