Renan Calheiros é mantido na presidência do Senado

Em sessão tensa e diante de uma população atenta que assiste o julgamento pela internet, o STF decidiu por 6 a 3 manter Renan Calheiros no cargo de presidente do Senado, mas com impedimento de substituir o presidente da República

Prevaleceu uma das alternativas noticiadas aqui  pelo Brasília Capital  

Assim votaram os Ministros:

Marco Aurélio, relator: Afastamento de Renan e impedimento de substituir o presidente da República

Celso de Mello:  Permanência no comando do Senado e impedimento de substituir o presidente da República 

Luiz Edson Fachin: Afastamento de Renan e impedimento de substituir o presidente da República

Teori Zavascki: Permanência no comando do Senado e impedimento de substituir o presidente da República 

Dias Toffoli: Permanência no comando do Senado e impedimento de substituir o presidente da República 

Rosa Weber: Afastamento de Renan e impedimento de substituir o presidente da República

Luiz Fux: Permanência no comando do Senado e impedimento de substituir o presidente da República 

Ricardo Lewandowski: Permanência no comando do Senado e impedimento de substituir o presidente da República 

Carmen Lúcia: Permanência no comando do Senado e impedimento de substituir o presidente da República 

“Patriótica” –  “É com humildade que o Senado Federal recebe e aplaude a patriótica decisão do Supremo Tribunal Federal. A confiança na Justiça brasileira e na separação dos Poderes continua inabalada”, disse Renan Calheiros, em nota.

No documento, Renan afirma que “o que passou não volta mais” e que os Poderes ultrapassaram “outra etapa da democracia com equilíbrio, responsabilidade e determinação para conquista de melhores dias para sociedade brasileira”.

 

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Fonte:

Deixe um comentário