Reinaldo Azevedo defende Lula e critica decisão “ilegal” de Moro

Colunista se considera de Direita liberal e critica atitude do juiz da Lava Jato. Foto: Reprodução

Conhecido por fazer duras críticas aos governos petistas, o colunista da revista Veja, Reinaldo Azevedo, saiu em defesa do ex-presidente Lula nesta terça-feira (18).

Azevedo criticou a decisão do juiz Sérgio Moro em exigir que o ex-presidente esteja pessoalmente em Curitiba durante os depoimentos das 87 testemunhas arroladas por ele no processo da Lava Jato.

“Não há um só advogado que ignore que Sergio Moro está cometendo uma arbitrariedade. Entendo que se trata de exercício de obstrução do direito de defesa”, escreveu Reinaldo.

Em sua decisão, Moro escreveu: “Já que este julgador terá que ouvir oitenta e sete testemunhas da Defesa de Luiz Inácio Lula da Silva, além de dezenas de outras, embora em menor número arroladas pelos demais acusados, fica consignado que será exigida a presença do acusado Luiz Inácio Lula da Silva nas audiências nas quais serão ouvidas as testemunhas arroladas por sua própria Defesa, a fim prevenir a insistência na oitiva de testemunhas irrelevantes, impertinentes ou que poderiam ser substituídas, sem prejuízo, por provas emprestadas [de outros processos]”.

Em claro tom de retaliação, o juiz sofreu críticas também de estudiosos de direito e conceituados advogados.

Leia a íntegra do texto de Reinaldo Azevedo na Veja}

Deixe um comentário