Rebeldes matam diplomata iraniano

Um alto diplomata iraniano foi assassinado por “grupos terroristas armados” na Síria na noite de quarta-feira, quando viajava de Damasco para Beirute, afirma a embaixada do Irã no Líbano em uma nota divulgada nesta quinta-feira. Segundo o comunicado, Husam Khosh Navis era presidente da “Comissão Iraniana para a Reconstrução do Líbano”, criada depois da devastadora guerra de 2006 entre Israel e o grupo libanês Hezbollah.

O texto divulgado pela embaixada não informa os detalhes do que aconteceu nem o local do assassinato. De acordo com o jornal libanês Al Safir, o funcionário iraniano estava na cidade síria de Alepo (norte do país) para “estudar projetos de reconstrução da cidade”.
O Irã tem sido um forte aliado do ditador Bashar Assad durante a rebelião de 22 meses na Síria contra o regime. A revolta evoluiu para uma guerra civil em que a ONU afirma que quase 70.000 pessoas foram mortas.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário