Rafael Prudente é unanimidade

O deputado Rafael Prudente é visto, entre os pares, como um “cumpridor de acordos”. Foto: Lorrane Oliveira

Levantamento feito pelo Brasília Capital aponta que, se a eleição para a presidência da Câmara Legislativa fosse agora, o atual titular seria eleito por unanimidade. Rafael Prudente (MDB) aproveitou projeto já aprovado em primeiro turno pela ex-presidente da Casa, Celina Leão (PP), hoje deputada federal, e aprovou a matéria em segundo turno.

De palavra – O atual mandato só acaba no final de 2020, mas nenhum distrital votaria contra ele. Prudente é visto, entre os pares, como um “cumpridor de acordos”. Um deles foi passar a coordenação da área de Comunicação Social da Casa para o vice-presidente Rodrigo Delmasso (PRB).

Sem oposição – O bloco de oposição, formado por PT, PDT, PSol e PV, que lançou candidato e ficou sem espaço na Mesa Diretora e em outros cargos estratégicos na estrutura da Casa, admite que votará em Prudente num grande acordo para reconquistar espaços políticos.

Deixe um comentário