R$ 92 mil por um jogo

É o preço cobrado por um site espanhol por um lugar no Maracanã na final da Copa

A Fifa lançou, na quarta-feira (12), a penúltima etapa da venda de ingressos para a Copa de 2014. Nela, os compradores escolheram os jogos e compraram, desta vez por ordem de chegada, os ingressos restantes. Quem não comprou terá apenas mais uma chance, no dia 15 de abril.

Mesmo com a Fifa já tendo avisado por diversas vezes que a venda de ingressos para Copa do Mundo de 2014, no Brasil, se restringe ao site oficial da entidade, é possível comprar ticktes para o Mundial no mercado paralelo. Porém, os preços estipulados pela entidade e os do site espanhol “Iguana Tickets” são bastante diferentes.

O ingresso da categoria 1, a mais cara, para a final do Mundial, originalmente vendido pela Fifa por R$ 1.980, está disponível no site espanhol por incríveis R$ 91.695,50, o que corresponde a 4.600% de aumento. Outro ingresso que chama a atenção de quem pretende assistir ao jogo que definirá a seleção campeã do mundo em 2014 é o da categoria 4, a mais barata, e restrita para residentes no Brasil, vendido pelo Iguana Tickets por R$ 78.444, a meia-entrada.

Também é possível encontrar ingressos para outros jogos, inclusive o da abertura da Copa, entre Brasil e Croácia, em São Paulo. Os preços para quem quiser ir até a Arena Corinthians assistir a partida variam entre R$ 3.990 e R$ 19.809,75.

Os jogos em Brasília também não ficam de fora da exploração. Para assistir à partida entre Brasil e Camarões, dia 23 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha, o torcedor pagará de R$ 2.095 a 8.820. Quando no site da Fifa os preços variam de R$ 60 a R$ 350.

Os bilhetes para a abertura e a final já estão esgotados no site oficial do evento, o que faz a procura no mercado paralelo aumentar. Contudo, a entidade vem tentando bloquear esses sites na Justiça. Na última semana, o diretor de Marketing da Fifa ainda alertou os torcedores para que não comprem ingressos nesses sites, uma vez que muitos deles podem ser falsos.

imagem

 

Fonte: ,

Deixe um comentário