R$ 1 milhão para ajudar indígenas

Arrecadar R$ 1 milhão até o dia 24 de agosto. Esta a meta da campanha Viver Fraternidade – Coração Curumim, lançada pela organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF). A ação é direcionada para as comunidades indígenas dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e do Paraguai.

O dinheiro será usado para a compra de alimentos, materiais de higiene e itens de proteção (lanterna, lona, capa de chuva, máscaras, colete, cobertor, termômetro e álcool-gel) e para perfuração de poços queforneçam água limpa aos indígenas. 

“A gente sempre trabalhou com as populações mais vulneráveis, e agora chegou o momento de olhar para as comunidades indígenas”, afirma o presidente da FSF, Wagner Moura Gomes. 

“É como se o amor que guia a Fraternidade fosse voltado agora para a honra e o respeito com a nossa ancestralidade”, completa o diretor de Relações Públicas, Andrei Moreira.

As doações podem ser em valores a partir de R$ 50 pelo site da FSF ou fisicamente em dois postos de coleta em Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT), que receberão alimentos, materiais de higiene e proteção descritos no site. A campanha pretende atender, inicialmente, 50 comunidades indígenas das etnias Terena, Xavante, Guarani e Kaiowá.

Para este começo, a Fraternidade sem Fronteira contou com o apoio e a indicação de três instituições brasileiras: Coletivo Terra Vermelha, Instituto Amigos do Coração e a Rede de Apoio e Incentivo Socioambiental (RAIS), que já atendem indígenas nos dois estados brasileiros e no Paraguai. 

Doações – A FSF é uma Organização humanitária Não-Governamental, com sede em Campo Grande e atuação no Brasil e no exterior. A instituição tem 53 polos de trabalho, mantém centros de acolhimento, oferece alimentação, saúde, formação profissionalizante, educação, cultivo sustentável, construção de casas e ainda abraça projetos de crianças com microcefalia e doença rara. 

Todos os trabalhos são mantidos por meio de doações e principalmente pelo apadrinhamento. Com R$ 50 mensais é possível contribuir com um projeto e fazer a diferença na vida de muitas pessoas. Mais informações pelo site www.fraternidadesemfronteiras.org.br

Deixe um comentário