Queda de braço entre produtores e não produtores de petróleo fica acirrada

A queda de braço no Congresso Nacional entre produtores e não produtores de petróleo está cada dia mais acirrada. No Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff já deixou bem claro que o que ela tinha que fazer já o fez. Ontem (06), a presidente defendeu que 100% dos royalties do petróleo sejam investidos na educação brasileira, o que não agrada a maior parte dos senadores e deputados. 

Fonte: Jornal da Manhã – Jovem Pan SP 
Ao pé do rádio

Deixe um comentário