Quase 100 empresas se unem em ação contra Trump na Justiça

Quase cem empresas se uniram em uma ação na Justiça dos Estados Unidos contra o decreto do presidente Donald Trump que impõe limites à imigração, segundo reportagem publicada nesta segunda-feira pelo jornal britânico “The Independent”. Ao todo, são 97 companhias que vão desde Apple, Facebook, Google e Uber até Zynga, Airbnb e Netflix.

“Imigrantes fizeram muitas das maiores descobertas da nação, e criaram algumas das mais inovadores e icônicas companhias. A América há muito reconheceu a importância de de nos proteger contra aqueles que nos prejudicam. Mas fez isso ao manter nosso compromisso fundamental em dar as boas-vindas aos imigrantes, através de crescentes checagens de antecedentes e outros controles de pessoas que buscam entrar no nosso país”, afirma o processo, de acordo com o jornal.

Na última semana, um juiz suspendeu o decreto de Trump que suspendia a entrada de imigrantes de sete países e proibia a chegada de refugiados.

Em apenas duas semanas, Trump lançou diversas medidas que abalaram a economia dos EUA, desde o decreto contra os imigrantes às ameaças contra as empresas que investirem em países vizinhos e a saída do Acordo Transpacífico.

Fonte:

Deixe um comentário