Quarentena no DF é prorrogada até 13 de abril

A decisão foi anunciada na manhã desta terça-feira (31) pelo governador Ibaneis Rocha (MDB). Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O isolamento social no Distrito Federal será estendido até o dia 13 de abril. A decisão foi anunciada na manhã desta terça-feira (31) pelo governador Ibaneis Rocha (MDB). As medidas restritivas visam evitar a disseminação no novo coronavírus na capital da República.

A prorrogação da quarentena será oficializada em um novo decreto a ser publicado no Diário Oficial até o final do dia. Assim, os servidores do GDF continuarão em teletrabalho, comércio e shoppings permanecerão fechados, e mantida a proibição de aglomerações, como determina o decreto anterior.

Nas rede de ensino pública e particular as aulas presenciais continuarão suspensas. A orientação é para que a Secretaria de Educação adote um esquema para aulas pela internet e pela televisão, utilizando canais como a TV Justiça, TV Genesis e outros que se dispuseram a divulgar o conteúdo.

O governador decidiu prorrogar a quarentena baseado nos dados do Ministério da Saúde que apontam o Distrito Federal como a unidade da federação mais vulnerável à propagação da Covid-19. No ranking do país, proporcionalmente à população, Brasília tem 10 infectados por 100 mil habitantes. A média nacional é de 2.

Segundo o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandeta, a grande circulação de estrangeiros, moradores de outros estados que vão e vêm e a vulnerabilidade dos municípios do Entorno do DF são os grandes problemas da Capital.

Em contrapartida, Ibaneis avalia a possibilidade de relaxar as restrições em feiras que vendem frutas verduras. A decisão quanto às que poderão funcionar também será tomada por meio de decreto.

Deixe um comentário