PT lança documento sobre a pandemia no DF

Partido lança propostas para o DF enfrentar crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Foto: Divulgação

O governador Ibaneis Rocha (MDB) acertou ao ser o primeiro do País a adotar medidas de isolamento social, em março, mas erra ao ceder às pressões do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e de parte do empresariado, para retomar as atividades econômicas.

A avaliação é do presidente do PT do Distrito Federal, Jacy Afonso, feita nesta quinta-feira (23), durante o lançamento do documento “Cuidar das pessoas, proteger o emprego e retomar a atividade econômica” com as propostas do partido para o DF na crise da pandemia.

O ato foi feito com transmissão ao vivo da TV Comunitária (canal 12 da NET), durante uma hora e meia, e por quatro plataformas da Internet em canais do PT e dos três parlamentares eleitos pela legenda no DF – a deputada federal Erika Kokay e os distritais Chico Vigilante e Arlete Sampaio.

Além dos três, participaram do programa coordenado pelo diretor da TV Comunitária, jornalista Paulo Miranda, o ex-deputado federal Geraldo Magela, o candidato a governador pelo PT em 2018, Júlio Miragaya, e a vice-presidente do PT-DF e diretora do Sindicato dos Professores (Sinpro-DF), Rosilene Corrêa.

Seis tópicos – As propostas do PT foram dívidas em seis tópicos para o DF enfrentar a pandemia: “Proteção social e saúde”, “Salvar e recuperar as empresas e proteger os empregos”, “Geração de emprego e retomada da economia”, “Garantir a manutenção das empresas públicas do DF”, “Educação” e “Cultura.

O trabalho foi desenvolvido pelo Observatório das Políticas Públicas do Distrito Federal, um braço da Comissão Executiva Regional do PT. A íntegra do documento está disponível nas redes sociais do PT (facebook.com/ptdf13). “Temos muito a contribuir para nossa cidade. Somos oposição a Bolsonaro e a Ibaneis, mas não somos contra Brasília”, resumiu Rosilene Corrêa.

Proteção social – As propostas foram formuladas sob a supervisão do economista Júlio Miragaya, a partir de análises sobre a pandemia no mundo, no Brasil e no DF; o impacto da pandemia na economia mundial e nacional; o impacto na economia e nas finanças públicas do DF; e situação do sistema de proteção assistência social no DF.

“É necessário que o GDF adote políticas emergenciais para garantir a proteção social aos mais necessitados e proteger as empresas e os empregos”, afirmou Jacy Afonso.

“É necessário que o GDF adote políticas emergenciais para garantir a proteção social aos mais necessitados e proteger as empresas e os empregos, de forma a criar as melhores condições para a retomada da atividade econômica nas nossas cidades após a superação da pandemia da covid-19”, conclui Jacy Afonso.

Deixe um comentário