Presidente da Uefa não garante árbitros de vídeo na próxima temporada

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, afirmou que ainda não está convicto de que a utilização da arbitragem de vídeo seja uma solução consolidada para evitar erros dos juízes. A tecnologia possivelmente deverá ser introduzida na temporada 2019/2020. Ceferin acredita que ainda necessita de mais testes e de um aperfeiçoamento de sua utilização antes de ser confirmada nos torneios chancelados pela Uefa.

“Até o momento, nada está claro para os torcedores e para os árbitros… Vi situações cômicas na Alemanha, na Copa da Inglaterra e na Itália. Para o máximo nível do nosso esporte é necessário o melhor do melhor”, afirmou Ceferin ao jornal La Gazzetta dello Sport.

Na Liga dos Campeões da Europa alguns erros dos árbitros prejudicaram times e irritaram jogadores e comissão técnica. A mais recente ocorreu na partida entre Real Madrid e Juventus nas quartas de final da competição, onde o juiz assinalou uma penalidade máxima a favor do Real Madrid no último minuto, convertido por Cristiano Ronaldo, eliminando assim seu adversário.

Deixe um comentário