Prêmio Brasil Olímpico aponta melhores do esporte em 2013

Em um ano marcado pelas 26 medalhas do Brasil em campeonatos mundiais ou competições equivalentes, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) celebrará as conquistas do esporte nacional nesta terça-feira (17), com a realização do Prêmio Brasil Olímpico 2013. Em sua 15ª edição, a principal cerimônia de premiação do esporte brasileiro homenageará aqueles que mais se destacaram nas quadras, piscinas, mares, ginásios e pistas mundo afora em 2013.

Oscar do esporte brasileiro, o Prêmio Brasil Olímpico 2013 prestará tributos ao Melhor Atleta do Ano (masculino e feminino); Melhores atletas por modalidade; Troféu Adhemar Ferreira da Silva; Melhores Treinadores do Ano (coletivo e individual); Melhores Atletas dos Jogos Escolares da Juventude, entre outras premiações. Principal festa de premiação do esporte brasileiro, o Prêmio Brasil Olímpico será realizado no Teatro Bradesco, em São Paulo, a partir das 20hs, com transmissão ao vivo pelo SporTV.

Os concorrentes ao troféu de Melhor Atleta de 2013 são: Poliana Okimoto (maratona aquática), Rafaela Silva (judô) e Yane Marques (pentatlo moderno), entre as mulheres. No masculino, os concorrentes são Arthur Zanetti (ginástica artística), Cesar Cielo (natação) e Jorge Zarif (vela). A votação para a escolha dos melhores do ano é feita por meio do site do COB. A votação popular se encerrará durante a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico.

Além de premiar os melhores atletas do ano, o COB homenageará o cinquentenário da primeira edição de Jogos Pan-Americanos organizada no Brasil: o Pan de São Paulo, em 1963. Mais de 90 ex-atletas que conquistaram medalhas naquele evento confirmaram presença na festa de gala do esporte brasileiro, entre eles Maria Esther Bueno, maior tenista brasileira de todos os tempos, vencedora de 19 torneios Grand Slam; Thomaz Koch, primeiro tenista brasileiro a vencer um torneio de Grand Slam, duplas mistas em Roland Garros, 1975; Amaury Passos, bicampeão mundial basquete, 1959 e 1963; e Carlos Alberto Torres, capitão do tricampeonato mundial de futebol, em 1970.

Maior medalhista da história olímpica brasileira ao lado de Robert Scheidt, o velejador Torben Grael receberá o Troféu Adhemar Ferreira da Silva. O troféu é dedicado a atletas que mantém o legado deixado por Adhemar, o primeiro bicampeão olímpico do Brasil. Além das conquistas esportivas, Torben Grael é exemplo de conduta, ética, respeito e profissionalismo.

Um dos atletas mais vitoriosos do esporte nacional, Torben é detentor de cinco medalhas olímpicas: ouro em Atlanta 96 e Atenas 2004, prata em Los Angeles 84, e bronze em Seul 88 e Sydney 2000. Além disso, tem no currículo seis títulos de Campeonatos Mundiais, 12 troféus em Campeonatos Continentais, além de 45 Campeonatos Brasileiros em 8 classes diferentes. Na vela oceânica, foi o capitão da embarcação vencedora da Volvo Ocean Race 2008/2009. Atualmente, aos 53 anos, Torben é o treinador-chefe da Seleção Olímpica de Vela, cargo pelo qual foi contratado pelo COB.

Pelo segundo ano consecutivo o COB concederá o troféu de Melhor Treinador do Ano a Marcos Goto, da ginástica artística, na categoria modalidade individual, e a José Roberto Guimarães, do voleibol, nos esportes coletivos.

Em 2013, Marcos Goto e seu pupilo, o campeão olímpico e agora mundial Arthur Zanetti, um dos concorrentes ao Prêmio Brasil Olímpico de Melhor Atleta do Ano, mantiveram o alto nível da temporada passada. Em outubro, na Antuérpia (BEL), o ginasta brasileiro manteve a supremacia nas argolas e conquistou uma inédita medalha de ouro para o Brasil no Campeonato Mundial. Com apenas 23 anos, Zanetti segue firme rumo aos Jogos Olímpicos Rio 2016, sempre sob o olhar atento do exigente Marcos Goto, há 15 anos responsável pela preparação do ginasta.

Único brasileiro tricampeão olímpico, José Roberto Guimarães também teve um 2013 perfeito à frente da Seleção Brasileira feminina de vôlei. Sob o seu comando, a equipe nacional subiu ao lugar mais alto do pódio em todas as cinco competições internacionais disputadas no ano. O ápice veio com o ouro na Copa dos Campeões, evento que reuniu as melhores equipes de cada continente, em novembro, no Japão. As atuais campeãs olímpicas ficaram ainda com os títulos dos torneios de Montreux, Alassio, Grand Prix, e o Sul-Americano.

Quatro jovens atletas subirão ao palco do Teatro Bradesco, ao lado das feras do esporte brasileiro durante a Cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico 2013. São os melhores atletas dos Jogos Escolares da Juventude deste ano. Da etapa de 12 a 14 anos, realizada em Natal (RN), foram escolhidos a piauiense Samia Lima, do badminton, e o paulista Vitor Bibiano, do tênis de mesa. Já na etapa de 15 a 17 anos, realizada em Belém (PA), os melhores do ano foram os cariocas Paula Hoffmann, do vôlei de praia, e Vitor Hugo Santos, do atletismo.

Os melhores de 2013 em cada modalidade:

Atletismo – Mauro Vinicius da Silva
Badminton – Lohaynny Vicente
Basquete – Tiago Splitter
Boxe – Robson Conceição
Canoagem Slalom – Ana Sátila
Canoagem Velocidade – Isaquias Queiroz
Ciclismo BMX – Renato Rezende
Ciclismo Estrada – Rafael Andriato
Ciclismo Mountain Bike – Henrique Avancini
Ciclismo Pista – Flavio Cipriano
Desportos na Neve – Isabel Clark
Desportos no Gelo – Isadora Williams
Esgrima – Gabriela Cecchini
Futebol – Neymar Junior
Ginástica Artística – Arthur Zanetti
Ginástica de Trampolim – Giovanna Matheus
Ginástica Rítmica – Angelica Kvieczynski
Golfe – Adilson da Silva
Handebol – Alexandra Nascimento
Hipismo Adestramento – Luíza Almeida
Hipismo CCE – Marcelo Tosi
Hipismo Saltos – Alvaro Affonso de Miranda Neto – Doda
Hóquei Sobre Grama – Matheus Borges Ferreira
Judô – Rafaela Silva
Levantamento de Peso – Fernando Reis
Lutas – Joice Silva
Maratona Aquática – Poliana Okimoto
Natação – Cesar Cielo
Natação Sincronizada – Lorena Molinos
Pentatlo Moderno – Yane Marques
Polo Aquático – Izabella Chiappini
Remo – Fabiana Beltrame
Rugby – Julia Sardá
Saltos Ornamentais – Cesar Castro
Taekwondo – Guilherme Dias
Tênis – Bruno Soares
Tênis de Mesa – Hugo Calderano
Tiro com Arco – Sarah Nikitin
Tiro Esportivo – Cassio Rippel
Triatlo – Pâmella Oliveira
Vela – Jorge Zarif
Vôlei de praia – Talita Antunes
Vôlei – Thaisa Daher

 

Fonte:

Deixe um comentário