Postos abandonados da PM viram espaço para aulas de música

 

 

Postos chegaram a ser depredados após desativação. Foto: Reprodução

Vinte postos de segurança comunitária abandonados pela Polícia Militar foram transformados em salas de aula pela de Música de Brasília (EMB). Mais de seis mil alunos estão sendo beneficiados. As instalações, doadas pela PM, foram reformadas e ampliadas em 24 metros para acomodar os estudantes.

Leia mais sobre cidades

Tidos como solução para o policiamento preventivo e redução da criminalidade na gestão de José Roberto Arruda (2007-2010), os postos comunitários foram abandonados pelos últimos governos. O policiamento estático passou a ser alvo de críticas e várias unidades chegaram a ser atacadas por vândalos.

Árvores

A ideia de reutilizar os locais é da professora de canto erudito Denise Tavares. “Com esses espaços, nossa oferta de salas de aula foi ampliada em 20%”, comemora. Até então, os alunos ensaiavam embaixo das árvores no pátio da EMB. O projeto foi bancado com verba de emendas parlamentares do deputado Chico Leite (Rede).

“Com R$ 200 mil destinados por meio do Orçamento Participativo, ajudamos a transformar os postos de segurança desativados pela PM em salas de aula para a Escola de Música, que exerce importante papel social”, disse Chico Leite.

História

A EMB tem mais de 40 anos de história e já formou inúmeros artistas. Além de teoria musical, os alunos têm aulas de canto e aprendem a tocar vários instrumentos como contrabaixo, guitarra, trombone e violino. As aulas são gratuitas e os cursos duram até três anos, do nível básico ao técnico.

Fonte:

Deixe um comentário