Portal do Detran simplifica a vida do cidadão

Foto: Divulgação

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal ingressou definitivamente, nesta semana, na modernidade. O órgão instalou seu novo portal na Internet com 11 tipos de serviços que antes só eram oferecidos nos Postos de Atendimento. Agora, com um celular conectado à rede, o usuário poderá resolver quase todos os tipos de pendências com Detran-DF.

A novidade será posta em prática de forma gradativa. O Detran vai disponibilizar os novos serviços on-line durante os próximos meses, tais como o comunicado de vendas, a solicitação de autorização para fabricação de placas e tarjetas, e outros.

Ao entrar no site, o usuário terá a opção “Portal de Serviços”. Ali, poderá resolver também consultas a dados da Habilitação, QR Code para a CNH digital, consulta sobre restrições da Habilitação, de pontuação da Habilitação e emissão de nada-consta da Habilitação.

Também poderá solicitar emissão da autorização de estacionamento para idoso; fazer o cadastro de endereço de CNH, pedir permissão (para quem não coletou biometria é necessária identificação pessoal para o primeiro acesso a este serviço); realizar a autoidentificação de condutor infrator (para quem não coletou biometria é necessária identificação pessoal para o primeiro acesso a este serviço).

Sobre o veículo, o usuário poderá vincular e desvincular o veículo do cadastro do proprietário (ao permitir o acesso aos dados do(s) veículo(s)); solicitação de 2ª via CRLV; transformar notificação de autuação em penalidade; consultar financiamentos; alterar o endereço de veículo (para quem não coletou biometria será necessária identificação pessoal para o primeiro acesso a este serviço); consultar débitos e restrições.

Economia de tempo e de dinheiro

Para Samuel de Souza Fernandes, que trabalha num escritório na Cidade do Automóvel, a nova era do Detran-DF vai ser uma mão na roda. “Eu tenho de tirar abono para resolver pendências de veículos que vendo na Cidade do Automóvel. Quando não sou eu mesmo que tenho de passar o dia nos postos de atendimento, tenho de pagar despachante. Isso será uma grande economia de tempo e de dinheiro para mim”, disse o empresário.

Juliana Oliveira, funcionária do Sicoob, disse que, para ela, é um transtorno toda vez que tem de resolver qualquer coisa ter de ir aos postos de atendimento. Ela comemorou a nova forma que o Detran-DF passa a atender os usuários. “Não existe postos de atendimento perto de minha casa e de meu trabalho. Agora vou poder usar meu celular para resolver pendências”.

A professora Maria Cláudia Pereira acha a iniciativa uma solução até para o funcionamento do serviço público. “Há poucos dias caí numa blitz em Águas Claras e fiquei presa porque estava devendo uma única multa que eu não sabia que existia. Se tivesse aplicativo para pagamento dela no Detran-DF, teria pago na hora e ali mesmo, na blitz, o Detran-DF emitiria o recibo de pagamento e me liberaria. Hoje tem de ser assim”, observou.

Deixe um comentário