População vai bloquear a EPTG nesta sexta-feira

Os moradores de Vicente Pires estão se mobilizando pelas redes sociais e por meio de carros de som que circulam nas ruas da cidade para uma manifestação nesta sexta-feira (3) que pode repetir o caos ocorrido no final da tarde de quinta-feira (2), durante mais um temporal que inundou as ruas, causando enormes engarrafamentos e fechamento de lojas.

O ato está marcado para as 18h, no viaduto Israel Pinheiro, com concentração a partir das 17h, na Feira do Produtor. “Vamos solicitar ao governador Ibaneis a decretação de estado de calamidade pública em Vicente Pires. Não aguentamos mais viver na lama, na poeira e na incerteza de que as obras serão concluídas”, diz o texto do áudio difundido, sem identificação de autoria.

Criada a partir do parcelamento irregular de chácaras rurais dadas pelo governo em regime de concessão de uso, Vicente Pires não teve qualquer tipo de planejamento urbano. Hoje com população superior a 120 mil habitantes, a cidade enfrenta transtornos. Ruas estreitas, galerias de águas pluviais e esgotos inconclusos contribuem para os alagamentos toda vez que chove mais forte.

Há anos, o GDF investe em saneamento e infraestrutura, mas as obras se arrastam em ritmo lento. Daí a cobrança da população para que os trabalhos ganhem rapidez. “Vicente Pires merece o melhor”, diz a propaganda veiculada em carros de som.

Trânsito parou a EPTG na quinta-feira (02), confira o vídeo:

Deixe um comentário