População exige posição do MPDFT

O grupo Defensores de Taguatinga se reuniu com a seccional da OAB em Taguatinga antes de ir ao MPDFT

Um grupo de populares protocolou requerimento para manifestação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios sobre os postos de gasolina em construção na QNA 25 e QND 46, em Taguatinga Norte.

O objetivo, segundo o grupo, é que o MPDFT se pronuncie sobre a legalidade e legitimidade, mesmo que os futuros postos sejam próximos a residências e escolas públicas.

A polêmica contou com mobilização da comunidade, mesmo que os estabelecimentos tenham autorizações do Ibram e da Administração Regional.

Após noticiado em primeira mão pelo Brasília Capital, um muro que separava uma casa do posto da QNA, na Praça do DI, desmoronou e colocou em risco a casa da família.

Fonte:

Deixe um comentário